21 de julho de 2009

Super G?




Oi meninas, como vcs estão??
Sobre o post de ontem, eu tô adorando os chutes e mexidas.... o problema é o intestino.... o meu sempre foi preso, ameixa, activia, mamão não ajudam a mim, como dizem por ai.
Hehehe o meu medo é que sempre a prisão de ventre na gravidez vem acompanhado das queridas Hemorróidas... Mas isso é assunto pra outro post...
Hoje quero contar a vcs: Na ultima semana ganhei seios novos... nossaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, ontem parei e observei!
Ameiiiiiii!!!!
Eu sempre tive seios normais pro meu corpo (sempre fui fortinha - fortinha, não gordinha heim rs, usava 42), mas sempre quis turbina-los um pouco mais. O marido detesta a idéia, diz que adora como são, blablabla... mas olhem, o silicone é tentador, ainda mais agora que sei como vai ficar. Por que depois eles murcham né, não vão ficar grandes assim pra sempre... ou vão?!?! Ah eu qro!!!!!!!!! E acho que o senhor Ivan vai querer tmbm hohohoooooooo... é meninas, o bom de Bumbunzão e peitão na gestação é o resultado: Marido tarado! (More não fica com vergonha se ler)
Hahaha bom demais...
Outro assunto que não sai da minha cabeça nos ultimos dias é o tipo do parto...
Ainda não conversei com meu médico sobre isso... já li milhares de coisas sobre, li em comunidades do orkut relatos... quando engravidei estava convicta que qria cesária, depois de um tempo me convenci pelo parto normal. Se eu fosse "parir" hoje optaria pelo PN, caso sentisse que não aguentaria mudaria pra césaria... e acho que é o que eu farei. É dificil viu.
Seis razões para tentar o parto normal
Por Paula Desgualdo
Como a natureza quer: se o parto normal é o desfecho natural de uma gravidez, por que fugir dele antes mesmo de saber se uma cesárea é de fato indicada para o seu caso? “O ideal é que o bebê escolha o dia em que quer nascer”, diz o obstetra Luiz Fernando Leite, das maternidades Santa Joana e Pro Matre, em São Paulo. É claro que, na hora do parto, às vezes surgem complicações. Aí, sejamos justos, a cesariana pode até salvar a vida da mãe e do filho. “Mas, quando a cirurgia é agendada com muita antecedência, corre-se o risco de a criança nascer prematura, mais magra e com os músculos ainda não completamente desenvolvidos”, adverte o obstetra.
A criança respira melhor: quando passa pelo canal da vagina, o tórax do bebê é comprimido, assim como o resto do seu corpo. “Isso garante que o líquido amniótico de dentro dos seus pulmões seja expelido pela boca, facilitando o primeiro suspiro da criança na hora em que nasce”, explica Rosangela Garbers, neonatalogista do Hospital Pequeno Príncipe, em Curitiba. Sem falar que as contrações uterinas estressam o bebê – e isso está longe de ser ruim. O hormônio cortisol produzido pelo organismo infantil deixa os pulmões preparados para trabalhar a todo vapor. A cesárea, por sua vez, aumenta o risco de ocorrer o que os especialistas chamam de desconforto respiratório. Esse problema pode levar a quadros de insuficiência respiratória e até favorecer a pneumonia.
Acelera a descida do leite: “Durante o trabalho de parto, o organismo da mulher libera os hormônios ocitocina e prolactina, que facilitam a apojadura”, afirma Mariano Sales Junior, da maternidade Hilda Brandão, da Santa Casa de Belo Horizonte. No caso da cesárea eletiva, a mulher pode ser submetida à cirurgia sem o menor indício de que o bebê está pronto para nascer. Daí, o organismo talvez secrete as substâncias que deflagram a produção do leite com certo atraso – de dois a cinco dias depois do nascimento do bebê. Resumo da ópera: a criança terá de esperar para ser amamentada pela mãe.
Cai o mito da dor: por mais ultrapassada que seja, a imagem de uma mãe urrando na hora do parto não sai da cabeça de muitas mulheres. Segundo Washington Rios, coordenador da maternidade de alto risco do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás, não há o que temer. “A analgesia é perfeitamente capaz de controlar a dor”, afirma. Isso porque há mais de dez anos os médicos recorrem a uma estratégia que combina a anestesia raquidiana, a mesma usada na cesárea, e a peridural. “A paciente não sofre, mas também não perde totalmente a sensibilidade na região pélvica”, explica a anestesista Wanda Carneiro, diretora clínica do Hospital e Maternidade São Luiz, em São Paulo. Dessa forma, ela consegue sentir as contrações e até ajudar a impulsionar a criança para fora.
Recuperação a jato: 48 horas após o parto normal, a nova mamãe pode ir para casa com o seu bebê. Em alguns casos, para facilitar a saída da criança, os médicos realizam a episiotomia, um pequeno corte lateral na região do períneo, área situada entre a vagina e o ânus. Quando isso acontece, a cicatrização geralmente leva uma semana. Já quem vai de cesariana recebe alta normalmente entre 60 e 72 horas após o parto e pode levar de 30 a 40 dias para se livrar das dores.
Mais segurança: como em qualquer cirurgia, a cesárea envolve riscos de infecção e até de morte da criança. “Cerca de 12% dos bebês que nascem de cesariana vão para a UTI”, revela Renato Kalil, obstetra do Hospital e Maternidade São Luiz, em São Paulo. No parto normal, esse número cai para 3%. “A sensação da cesariana é semelhante à de qualquer outra cirurgia no abdômen. É, enfim, como extrair uma porção do intestino ou operar o estômago”, compara Kalil. E, convenhamos, o clima de uma sala cirúrgica não é dos mais agradáveis: as máscaras dos médicos, a sedação, a dificuldade para se mexer...

16 comentários:

Juliana disse...

Oi Dina....

Eu concordo com vc, em relação ao parto normal, o nome ja diz é a forma mais natural neh... mtas mulheres fogem do PN por não querem sentir dor... lógico q há casos e casos... minha cunha teve meu sobrinho de cesarea mais pq ele era grandão... (nasceu com 51 centimentros e 3,890) e minha cunhada é pequeninha rs...

Se puder obtar pelo normal acho melhor até pra sua recuperação

te dorooo

bjos

Muriele Binow disse...

hummmm....tenho medo de sentir dor com o normal....aiaiaiaia....sou medrosa qndo o assunto é parir,só fico pensando qndo eu ficar gravida....srsrsrs.....bjos!

Than disse...

Amiga...
Sutian nova em vc!!! rs
Minhas amigas q já são mamães sempre falam, q é tentador turbinar depois de ter um bb...os seios ficam lindos!!!

Beijooossssxxxxx

Noivinha Gabi disse...

Olá Dina!

Bem, quem sou eu para falar desses assuntos?(nem grávida e nem mãe ainda sou)...Mas acho que o parto normal é mesmo a melhr escolha!!! =)

Todas as pessoas que eu conheço que tiveram bebê falam isso!!!

Bjokas.

Flórence disse...

Feliz dia do amigo para vc tambem gatinha, obrigada vc tambem é uma graça de garota.
beijus para todos

disse...

hahahahaha....toda boba com a turbinada! beijocas

Than disse...

Amiga...ela é linda né? rs
O vestido eu vi na hora só..rs...a mãe dela escolheu e eu nem dei pitaco! Afinal ela q pagou...rsrs...a boneca foi ideia minha mesmo. rs

Bjoxxx

Marcele disse...

Bom, eu tive 2 partos normais e não me arrependo não. É claro q senti dor, mas, só ali na hora, no mesmo instante em q o bb nasceu acabou-se a dor, rsrs !
Ah, e a recuperação é muitoo melhor né, vc fica mais independente !
É o ideal sem dúvida, rs !
Bejocas !

Carol Dornelles disse...

AHhh agora que você sabe como eles vão ficar...dá para convencer o maridão!
Ai qdo o baby vir...ele já vai ter mudado de idéia...rsrs

Tati e Cassio disse...

Oiii, acho q todas as futuras mamães passam por isso né, minha cu tb não sabe por qual parto optar .. mais sabe, ainda acho o parto normal a melhor opção ... Um beijo xuxu !!

**Nat** disse...

Aiii sempre pensei:
Um dia que engravidar eu quero parto normal...
Mas sempre dá aquele medinho da dor...e tudo mais...
Sem duvida o parto normal tem muito mais vantagens do que a cesaria....
Aiii e quem disse que mulher gravida não é extremamente sexy.
*bjOos*

Carol disse...

rsrsrsrs...
Super G é d+! Mas não fica assim depois. O meu diminuiu até em relação ao que era antes...

Eu tive parto normal e foi ótimo. Sem complicações, vai embora mais cedo e anda que é uma beleza. Eu indico!
Qlqr coisa é só falar!

Bjão

Ellen disse...

heheheeh,"... marido tarado" me divirto com vc Dina, adoro ler seu cantinho.
Os seios ficam lindos néh, que bom que está curtindo :)
O Parto Normal tem mesmo muitas vantagens tanto para a mãe como para a criança.

Beijux adoluuu vc!!!

Fer disse...

Oieeee Dina
Hahahaha acho q os seios voltam ao tamanho normal, mas já é um incentivo p o maridão ver como eles vão ficar
Agora sobre o parto é dificil mesmo, morro de medo da dor, mas falam q o normal é suuuper melhor p mãe e para o bebê...

bjokassss

Déia Musso disse...

Dinaaaa linda

tem um montão de selinhos pra vc no meu blog =)


beijo qrida


saudade.....

Ana Carolina Cassas disse...

Concorddooooo com vc Dinah!!! É sempre bom tentar o parto normal... O meu foi normal!!! Mas, o mais importante é que essa escolha seja consciente e tranquila!!! Unindo sabedoria interior e autoconhecimento! Beijos mil!