22 de junho de 2010

Sobre NOMES!


A história do nome do Felipe eu contei aqui.
Vira e mexe vejo gravidinhas postando nos blogs a alegria de descobrir o sexo dos seus bebes... ai vejo a loucura de muitas em colocar nomes extremamente sem noção em seus filhos. Não irei cita-los aqui, afinal fica super feio hehe mas sempre tem gente sem noção como muitos famosos que nomeiam seus filhos de:
Riroca, Zabelê, Nanashara, Pedro baby, Krishna Baby e Kriptus Rá - Filhos de Baby do Brasil e Pepeu Gomes.
Zeca e Tom - São nomes sim, não apelido dos filhos do Caetano Veloso.
Mano Vladimir - Filho de Marisa Monte.
Sebastião, Zoé - Filhos de Nando Reis.

E outros com nomes que eram feinhos ou esquisitos, até virar NOME DE FILHO DE FAMOSOS, ai sim vira moda:
Joaquim e Benicio - Filhos da Angélica
Benjamin - Filho da Gisele Büdchen.
Noah - Filho da Daniele Winits - Pq nasceu perto do natal (cara de oi?)
Brian - Filho falecido da Sheila Carvalho.
E por ai vai...

Mamães, peço a vcs que pensem, pensem bem antes de escolhem o nome dos filhotes... vale mais a pena mais um Eduardo, Rafael no mundo (nomes que eu acho lindoooos) do que um novo Kayanderson ou Richarlison... Usem muito Manuela, Gabriela, abominem as Aishas, Katchucias ou Brianas...

Estudo demonstra que nome pode influenciar futuro
Escolher um nome do bebê é uma tarefa difícil para muitos pais e, não é à toa. De acordo com o estudo da Northwestern University, nos Estados Unidos, um nome pode ter um impacto profundo sobre a criança e repercutir muito na idade adulta. Segundo um dos pesquisadores do estudo, David Fiflio, os nomes das pessoas podem influenciar a forma como elas pensam em si mesmas e a forma como as pessoas pensam sobre elas.

Dar a seu filho menino recém-nascido um nome que soe feminino pode significar problemas de comportamento na vida adulta. E os nomes originais e incomuns podem trazer dificuldades também, como mostrou o estudo realizado com 3 mil pais. Um em cada cinco pais lamenta o nome que escolheu para o seu filho. Na pesquisa, os relatos mostravam que muitos deles estavam angustiados sobre os nomes incomuns ou de grafia estranha que tinham escolhido. E mesmo aqueles que não lamentaram explicitamente a escolha do nome, admitiram haver nomes que preferiam ter escolhido. O estudo foi encomendado pelo site britânico Bounty.com, que apresenta a lista dos nomes mais populares da história.

Os resultados da pesquisa mostraram que as crianças que tem nomes que servem tanto para meninas como para meninos são mais propensas a portar-se mal. Além disso, ao acompanhar os alunos de universidade, os pesquisadores descobriram que meninas com nomes mais femininos optam mais por cursos avançados de ciências humanas, já mulheres com nome unissex são mais propícias a escolher cursos de exatas.
A pesquisa mostrou também que há uma forte ligação entre gostar do nome e autoestima. Segundo outra pesquisadora do estudo, Jean Twenge, aqueles com alta autoestima geralmente gostam das letras que estão em seus nomes, especialmente a primeira letra, quando são submetidos a testes psicológicos de análise. Os cientistas disseram ainda que o nome pode ser um reflexo do estilo de vida dos pais. O pai que deseja que o filho se destaque socialmente e dá a sua criança um nome incomum, provavelmente terá um estilo parental que enfatiza a singularidade da criança, por exemplo.

Em geral, os pais acabam por perceber esses aspectos mais tarde. Como mostra o site Bounty, um quinto dos pais participantes do estudo desejavam ter escolhido um nome mais fácil de soletrar e um em cada 10 pensou que o nome escolhido foi inteligente no momento, mas disse que a novidade tinha se desgastado depois.

Como escolher o nome

Na hora de escolher o nome do seu bebê, você pode seguir alguns passos para não errar. Confira algumas dicas:

Consulte o significado: Há quem diga que o nome é como um talismã, capaz de determinar a sorte de quem o carrega. Acreditando ou não, sempre vale investigar o significado do nome antes de escolher, nem que seja para efeito de desempate entre os candidatos;

Rótulos prévios: O nome pode sugerir a origem, o contexto cultural, a época e até o lugar em que a criança nasceu. Davi e Sara são pistas de uma ascendência judaica, por exemplo. Costume antigo, outros nomes lembram o mês em que o bebê nasceu, caso de Júlio (julho) e Augusto (agosto). Reflita sobre as marcas que você quer (ou não) que seu filhote carregue;

Cuidado com homenagens: Os artistas, atletas, líderes políticos e personagens de livros, novelas e filmes são sempre uma fonte de inspiração. Mas é preciso ter bom senso. No futuro, sua filha roqueira pode detestar o nome "Sandy";
Nem sempre é bom inovar: A originalidade é bem-vinda, mas sem exageros. A linha que separa o bonito do esquisito é muito sutil quando se trata de nomes inventados. Pense que o nome precisa sobreviver a décadas. Ou seja, daqui a 50 anos, seu filho vai continuar a carregá-lo, para bem ou mal.

Nome ou apelido: É da nossa cultura diminuir os nomes ou dar apelidos às pessoas. Leve isso em consideração também: um nome muito grande, complicado ou estranho talvez seja pouco usado, porque será mais fácil chamar pelo apelido. Pior quando o nome dá origem a apelidos nada bonitos. Pense em todas as possibilidades!

16 comentários:

tudosobremamaeebebe disse...

Que nominhos peculiares não? kkkkkk

Bom acho lindo Pedro e Lucas, meu sobrinho se chama Felipe rsrsrsrs


Beijossssssssss

Bia e Cris disse...

Realmente, é muita responsabilidade.
Eu sempre ODIEI nome que estivesse na moda.
Mas paguei a minha língua: pois o ÚNICO nome de menino que realmente me agradava estava (e está) na moda: Theo. Ai que ódio!
Fazer o que, né?

Lara disse...

Dina,

Vc não vai acreditar! Essa noite eu sonhei que estava grávida e que qdo o neném (era uma menina) nascia meu grande dilema era: Qual o nome vou escolher?! E isso, eu estava no cartório com meu marido e ela, sem saber que nome eu daria...

Gosto de nomes pequenos, sutis e não tão comuns, tipo o meu. Tenho alguns em mente, como Theo, Bernardo, Rafael, Clara, Alice, Cecília, Ana...
Hahahaha!

Aí acordo e venho conferir os blogs e vc posta justamente sobre isso.

Pretendo ter uma cria linda como a sua só lá para 2013, acho que já bom ir pensando né? Hhahahaha

Beijocas para vc e para o Felipe!

Sra. Mari disse...

Ai nomes .. é complicado !

Eu pra menina penso em Melissa ... e pra menino Marco Tulio, apesar de não gostar de nome composto eu gosto desse ...

bjo

Camilinha disse...

oie flor adorei o post rsrs
olha apesar do nome " LIZZIE" não ser nada comum sempre amei e não acho que ela tera dificuldades e sofrerá bulling pq do nome, alem de ser bem facil a pronuncia "LIZI" RSRS
mas concordo que tem maes que exageram e colocam nomes bem estranhos. tem uma aqui na minha cidade que colocou bob marley rsrs

bjs

Bibi Elias disse...

Dina, engraçado que eu gosto de alguns desses nomes que vc colocou aí. Não por serem filhos de famosos, obviamente. Adoro Joaquim, sempre adorei! E, como gosto de nomes pequenos p/ ninguém colocar apelido, me agrada tb Tom. E Zoé, não é nome de famoso, nem da moda. Pelo contrário, é um nome mega antigo. Tenho uma tia-avó que se chama Zoé. Enfim, mas eu entendo o que vc quis c/ esse post. Existe SIM muita bizarrice nese mundo. E pior! Conheço gente que nem mesmo consegue pronunciar da forma correta o nome que colocou no próprio filho. Isso é o fim!!!Se eu tivesse outro filho, Joaquim estaria no páreo. E se fosse menina, Lara ou Joana.
Beijinhos em vcs dois!

Than disse...

hahahaha......cada nome q vc colocou aqui q pelamor mesmo!
Eu ja escolhi o nome de menina e menino, msm ainda nao sabendo o sexo. Eles são comuns, mas é mais facil pra todo mundo, pra criança aprender a falar e depois escrever o proprio nome! Laura ou Miguel!
E ai, to aprovada? rs

Bjoooos

Fabiana disse...

Concordo plenamente. Sempre acho que deve ser levada em conta a criança e tudo que ela vai passar durante tooooda a vida.
Imagina passar o resto da vida soletrando Thatyanna?
Pois eu tinha uma amiga na escola que se chamava assim.
Ahhh.. fala sério?

TALITA PORTES disse...

acho lindo felipe!!eu pensei muito bem e coloquei eduardo no meu pequeno, odeio nomes enfeitados, coitadas dessas crianças quando crescerem, vão ser motivos d chacota!tadinhos

Amanda disse...

Tem gente q tem mal gosto mesmo. Coitados dos filhos...

Bjs!

Rô e Vivi disse...

Oii Di !

Concordo com você e assino em baixo ! Em SP tem alguns cartórios que proibem os pais a colocarem esses tipos de nomes nos filhos.
Aqui não sei como funciona... deveriam ser proibidos tbém, apesar de termos o livre arbitreo de escolher o nome dos filhos... mas tem pessoas que não joselitos (sem noção) mesmo !

E ai ? vai amanhã neh ?

beijoss em vcs !

Vi, Rô e Anna Clara

Taiza A. A. de Godoy disse...

Bem Dina acho que a opção do nome dos seus filhos é de cada um no meu caso sempre quis um nome diferente pro meu filho nao gosto de nomes td igual nasce milhoes de crianças e todas na escola tem o mesmo nome, assim como o meu é diferente nunca sofri nenhum tipo de preconceito e escolhi antes mesmo de estar gravida o nome do meu filho tbm seria bem diferente '' NoAN '' nao pelo filho da Danielle winits e nem Brian pelo filho '' MORTO '' da sheila embora o meu seja Brayan pois nome é meio dificil mesmoo é uma escolha de cada um no meu caso preferi um diferente do que trilhoes de nomes iguais que aperecem todos os dias.....

ainda bem que aonde vou o nome do meu filho td mundo acha bonito embora as veeses preciso repetir o nome dele rs.

BjOo

Fatinha disse...

eu concordo com vc Dina, nomes precisam ser mt bem escolhidos.
Conheço uma pessoa que se chama Rideaque.
rsrs a irma gemea é Rina.
rsrs

a minha filha penso em Ana Clara, Marina, Mariah, mas ainda tenho que convencer o marido... rsrs
Menino ainda não sei. Eduardo eu gosto mas neeeeeeem pensar... marido me inforca é nome do meu ex.
rs
Bjão amore!!!

disse...

eu concordo com vc!!!
Eu não gosto do meu nome, prefiro sempre que me chamem de Rô.

Não gosto de junções nem de nomes americanizados...
E sabe qual foi o pior nome que já vi na minha vida???
WOLIGAITOR!!!!

E se escrevia assim mesmo, era de um menino visinho do meu avô, todo mundo chamava de Woli, depois fui saber o nome do piá era este, rs.
Este eu tenho certeza que de vc colocar no post ninguém vai reclamar, ou alguém quer chamar o filho de woligaitor??? hahahahha!
Bjoooo!

Um presente para nós dois disse...

Kkkkkkkkkkk isso me fez lembrar o nascimento do meu filho. Nem sempre ter nomes simples significa que as pessoas vão pronunciar certo, quando eu engravidei o pai do meu filho queria por o nome dele de Michael Douglas e eu quase tive um treco, p/ vc ter uma idéia eu fiz minha mãe ir com ele registrar o João p/ não correr o risco de ele por o nome que ele queria.
Daí que fui eu toda boba levar o meu filho p/ minha tia avó conhecer e disse a ela que tinha posto um nome bem simples p/ que ninguém pronunciasse o nome dele de forma errada, vc não vai imaginar como ela chamou e chama meu filho até hoje JÃO VITI...KKKKKKKK. quando ele era pequeno ficava uma fera, mas agora acha até divertido...kkkkkkkkk
é cada uma que me aparece.
Bjs

Aline Cristina disse...

Flor, primeiro ri muito ao ler seu post, mas preciso concordar com vc, afinal tem gente que é demais nos nomes né kkkkkkkkkkk

bjs,