12 de janeiro de 2011

E o emprego apareceu.


Confesso que foi mais rápido que eu esperava, fiz entrevista ontem e devo começar amanhã.
Como assim?
Ainda não sei se vou aceitar.
O horário é comercial, e na área de RH, ou seja sempre é necessário que sejam feitas muitas horas extras. Mas é uma serviço que eu adoro, que sei fazer.
Tlvz eu deva aceitar, tlvz eu deva esperar e procurar algo de 6hr... eu francamente não sei.

Não sei o que fazer com a dor que consome meu peito.
Estou sentada aqui, olhando Felipe brincando com seus carrinhos e aos prantos, com dor, medo, tristeza.

Eu não posso mais adiar minha volta ao mercado de trabalho, como já falei a vcs isso ficou decidido, Ivan mudou de emprego agora, pra algo melhor e eu poderia ficar em casa ainda, mas nessa de pagar aluguel, apto sendo construído, futuro gastos com acabamento, móveis, plano para um bebê ano que vem - o que pede uma poupança - enfim, eu devo voltar, e logo. Mas como?

As aulas do Felipe começam dia 01.02 ainda não fiz matricula, ainda não engoli, não absorvi, não entendi.
Eu preciso me decidir até meio-dia, então fico por aqui... vou pensar no que fazer.

19 comentários:

sofia-educarcomcarinho disse...

Faça o que o seu coração diz...
Eu ainda não comecei a trabalhar, optamos por criar o Leo com a mamã a tempo inteiro, também seria muito difícil decidir ir trabalhar agora, imagino o quão difícil deve estar sendo para ti... talvez começares com um trabalho de menos horas não fosse má ideia.
Não posso ajudar muito mas posso te dar uma certeza: Para se ser uma boa mãe é necessário ser-se feliz e realizada só assim os nossos pequenos serão felizes também.

May =) disse...

Miga.. tudo vai ser como deve ser! - já ouviu essa frase?
então, conversa com o Ivan e tenho certeza que vcs vão entrar em um acordo e vc vai saber tomar a decisão certa...
é claro que se vc estivesse com o Lipe na escola ia ser bem mais fácil já que ele não ia estar.. mas vc tem duas escolhas aceitar ou esperar um pouco mais..

mas seja qual for Deus vai estar a frente..

tou orando e se acalma amigaa.. *-*

bjs bjs

amoo

Grazi, mãe do Principe disse...

não acredito que vc tbem é do RH , que felicidade .
Dina, sei como essa decisão é dificil , sei como esta sofrendo , isso doí muito ficamos entre a cruz e a espada , mas posso te dizer uma coisa : quando trabalhamos fora o tempo que temos com nossos filhos é com mais qualidade sabe , queremos aproveitar cada minuto com eles e isso faz esse tempo ser bem melhor .
pense que isso te dará a chance de fazer com que seus planos fluam com mais facilidade e a escola para o Felipe vai ser tudo de bom , vc vai ver .
Estou muito feliz por vc e espero que vc decida o que achar melhor .
Bjus

Mell Fortes disse...

Oiii, eu sei que não temos muita intimidade, mas acompanho seu blog diariamente e estou na mesma situação que você, louca para voltar a trabalhar, mas com o coração na mão.. mas na minha humilde opinião, acho que deves aceitar, porque estando empregada, depois é mais fácil conseguir outro emprego que se ajuste à suas necessidades... e eu sempre fui a escolinhas e adorava, não saberia crescer sem.. e é nesse quesito que também estou me baseando e tomando coragem para buscar outro emprego. Espero poder ter ajudado, mas faça o que seu coração mandar, ele é quem sabe das coisas. beijos

Carol disse...

Amiga, força ai.
Pense que é um bem futuro para seu filho.. Para a sua família!!!
Vai dar tudo certo!
Amamos
beijos

Regina disse...

olá Dina!! vá em frente, pega essa chance que o mercado de trabalho está te dando!!
seu filho vai adorar a escola e vc vai poder ajudar nas contas de casa, o que hoje em dia é fundamental para a vida financeira de uma familia!!

vai em frente agarre as chances da vida!!

beijos

Paula Dini disse...

Amiga, aceita sim!!!

Agnes, Mãe do Pedro Henrique disse...

oi amga, imagino mesmo como vc deve estar!
Espero que tome a melhor decisão para todos vcs!
bjão
boa sorte

Fabiana disse...

O começo será difícil. Você sentirá saudades e o coração apertado.
Mas os horários que vcs ficarão juntos serão infinitamente mais intensos.
E os fins de semana terão outro sabor.

Mas isso, só você pode decidir.

Ouça seu coração: ele já sabe o que fazer.

Bjos.

Deni Brito disse...

Calma, amiga.
Respira fundo...
Eu voltei a trabalhar qnd o Theo tinha apenas 3 meses. Foi uma dor sobrenatural...
Chorei o primeiro dia inteiro, mas é algo que eu sabia q mais dia ou menos dia aconteceria.
Então, pense em todos os seus planos, saiba que o Lipe vai adorar a escolinha, vai conviver com bebês. Tenha fé, tudo vai dá certo...

Beijinhos,

Tia Deni e Theo

Than disse...

Difiiiiiicil decisão mesmo amiga!
Mas faça o q seu coração achar melhor. Eu sei q isso nao ajuda em nada, mas vc sabera o q fazer, a melhor decisão, no final! Vc saberá! Fique tranquila!
E no mais, PARABENS pela conquista do emprego, vc aceitando ou nao. Significa q vc ainda esta atualizada e apta pra seguir em frente, agora ou mais tarde!

Bjos e volte e nos conte a decisão!

Izabel disse...

Que bom Dina ter conseguido tão rápido!
Imagino como deve estar apertadinho seu coração.
Mas te desejo força e coragem para seguir em frente.
Vai dar tudo certo!!
Beijinhos

Clau disse...

Dina toda sorte p/ vc... escute teu coraçãozinho e siga em frente!!!

Beijão
Clau

Confissões de uma mãe de primeira viagem disse...

Estou no mesmo dilema que você, o meu problema é que não tenho com quem deixar Bryan (minha mãe já falou que tá velha e nção daria conta do pimpolho), então para aceitar uma oferta para mim, teria que ser um senhor salário, porque escolinha aqui é os olhos da cara.
Mas aceita menina, eu sei que é chato, ruim, horrivel ficar longe dos pequenos, mas pensa que é pelo futuro dele e pelo seu!!
bjos

Maristela Mafort disse...

Parabéns pela nova oportunidade de trabalho, Dina!!
Tenho certeza que seu coração vai dizer qual atitude tomar. Tenha calma, converse com seu esposo e pense que Felipe gostará bastante da escola. Todo inicio é um pouco complicado, mais depois as coisas vão se adaptando e tudo se encaixando, vc vai ver.
Eu trabalhava só o periodo da manhã, este ano vou trabalhar o dia todo e a Laurinha vai p creche. Tb estou um pouco insegura. Mas a minha decisão já está tomada. Algumas oportunidades de trabalho são tão boas que a gente não sabe quando vão surgir outras, então vou com toda coragem...

E é isso que desejo p vc nesta hora: Coragem e fé em Deus que tudo dará certo.
Bjs
Maristela

Genis disse...

Aceite pra não ficar pensando depois: "Ah, se eu tivesse ido...."
Bjks.

Evelyn_mãe_da Sofia disse...

Nossa! Decisão dificil, nem sei o que dizer, mas entrega pra DEUS e encontrará a resposta!! Bjos e boa sorte!!

Alê disse...

Faço minhas as palavras da Fabiana! Seus momentos com ele serão intensos e os finais de semana serão muito mais legais... Além disso, a questão da grana vai contribuir para reaização de outros sonhos... Vai sim amiga, vai te fazer bem ser produtiva em algo mais além de ser a super mãe que é!

Din disse...

Oi, nunca é fácil, mas como minha mãe me disse: não nascemos mães, apesar de nossos lindinhos nos completarem, ainda temos um lado adulto, que quer outras conversas que não seja a galinha pintadinha... outros desafios, acho ótimo sair para trabalhar e ter assuntos diferentes com o marido. Não é fácil, na realidade é MEGA difícil, mas recompensa.