14 de abril de 2011

Sonhos...


Em 2005 quando comecei a cursar comércio exterior eu me imaginava em 2011 uma bacharel em "comex", com um cargo importante em alguma empresa, ganhando bem, usando salto 15, dirigindo o meu carrão, me via morando sozinha e solteira por muito tempo, curtindo noitadas e viajando pelo mundo. 
Então em 2006 conheci o Ivan, percebi que exatas não era a minha área, e eu era pra casar. Descobri que amava cozinhar e me peguei sonhando com o meu restaurante, comecei a cursar gastronomia e dei espaço para um novo sonho... em 2011, eu já seria chefe, se Deus quisesse em um conceituado restaurante e em breve abriria o meu próprio... imaginava eu e o Ivan casados, em uma vida Boemia de bar em bar nos deliciando com o mundo gastronomico, até que o positivo surgiu em nossas vidas.

Mudanças novamente.
Novos rumos.
Eu sou uma metamorfose ambulante, eu deixo a vida me levar!

Meu irmão tem uma filha 1 ano mais velha que o Fe e tmbm um restaurante, eu vejo como eles quase não curtem a filha, então quando engravidei abortei esse sonho. Queria curtir esse novo sonho, minha cria.

Eu sempre sonhei com o SUCESSO.
Mas será que já não o alcancei?
Pra alcançar o sucesso não basta ser feliz?

Hoje o que representa a DINA é um dia de sol, com a familia, uma grama verde, risadas, e carinhos... é isso que eu quero, é isso que eu preciso agora.
Não me frustrei por não ter uma carreira hoje, e nem sei se era pra ser ter sabem como? Te gente que não acredita, mas eu sou bem feliz assim... com essa vidinha de amélia.
Eu amo e valorizo tudo o que eu tenho, importante isso né!

Cada um é responsável pelas suas escolhas, tem gente que prefere investir na carreira enquanto os filhos são pequenos, e deixar de curtir essa fase um pouco, outros preferem deixar pra depois... eu ainda não sei pra quando vou deixar e nem se vou deixar...

Ninguém é melhor ou pior por nível de formação, pelo cargo, ou função que exerce... simplesmente se é o melhor pelo que se é. E eu tento, cada dia ser a melhor, ser a melhor mulher, esposa, mãe, amiga. E é isso que importa pra mim hoje.

Sei lá por que escrevi isso, mas eu refleti muito isso ontem, o como sou feliz com a minha vidinha de mãe, esposa, trabalhadora, dona de casa, sem carreira de sucesso, sem salto 15, com um Sandero na garagem.

Mas quem sabe, um dia eu ainda vou abrir uma portinha, e o Felipe de bicicleta vai entregar marmitex!

18 comentários:

Gabyzinha disse...

Sabe Dina, eu nunca tive sonhos grandiosos, pra mim, td que vem é lucro...nunca pensei em cursar uma faculdade, nem qual profissão exercer, sempre deixei e ainda deixo a vida me levar...se é certo e se funciona? Posso dizer que sim, sou feliz com meu carrinho velho na garagem, com minha casa alugada, com meu emprego de telefonista assalariada, com meu casamento..enfim nunca fiz planos, nunca sonhei alto, mas graças a Deus, tenho a vida que pedi a ele!
Ser feliz é oq importa!
Bjokas

Evelyn_mãe_da Sofia disse...

kkkkkkkkkkkkkkk...Vc sempre maravilhosa com seus post's. Já estava sentindo falta! Vc coloca a gente pra cima mulé! Parabéns!!

Clau disse...

Oi Dina, super me identifico com vc, e muitas vezes me pego fazendo esse tipo de pergunta... pq as pessoas acham que precisam de TANTO????? Quando a gente é feliz de verdade encontramos motivos para sorrir nas pequenas coisas!

Beijão

Débora Beyer disse...

Dina, eu não comento aqui, falha gravíssima minha!
Mas hoje TIVE que comentar.

Há dias eu venho pensando nisso, em como teria sido se eu permanecesse na faculdade, se, se, se...

Todo mundo aí, com "profissões" de nível universitário e, parece que quando digo que sou "do lar", sou menos do que elas.
Talvez nossa sociedade faça com que a gente sinta isso. O trabalho das mulheres que escolheram ficar com os filhos e cuidar da família é menosprezado.

Amei o post, de verdade! E fico super feliz em ver que vc chegou a essa conclusão e é feliz com sua vida como ela é e com a família linda que você formou!
Parabéns!

Beijão!

Mamãe Jú disse...

oi querida.. importante é sonhar e ser feliz.

Bjo

Vivia disse...

Dina, essa reflexão foi simplesmente maravilhosa, porque muitas vezes a gente não só acha que a vida do outro é um mar de rosas, como também julgamos pelas escolhas que cada um faz.
Importante mesmo é a gente se sentir bem pelo que a gente é e aceitar as consequências das nossas escolhas, porque a nossa vida é reflexo delas.
Tenho certeza de que você fez a escolha certa, porque quando lemos o que escreve ou vemos suas fotos, dá para perceber o quanto essa escolha lhe faz feliz!

Um grande abraço!

Sra. Mari disse...

Aff .. vc sempre me surpreende com seus posts. É exatamente assim que eu me sinto, mesmo antes de ter filhos (2012 me aguarde).
Eu acho que ter sucesso na vida é ser feliz. Por isso não me arrependo de ter abandonado o curso de administração. Não é um diploma que vai me fazer melhor do que eu sou. Tenho muito mais qualidade q muita gente da minha turma q se formou.
Sou feliz assim, e brinco q se for fazer facul algum dia vai ser por hobby, e não por obrigação.
Gosto de viver os sonhos de hoje, e por enquanto eu quero é aumentar a familia e ser mãe.

Bj

Carol disse...

Amiga lindo texto.
O mais importante de tudo é se realizar naquilo que lhe faz feliz!

Beijos em vcs e até a noite!!!!! =)

line. disse...

Olá Dina! Que gostoso o seu blog!
Adorei sua maneira de escrever! Entrei agora e já virei fã!
beijos!

Nadia disse...

Dina, parabéns! Esse foi o melhor post que vc escreveu nesse blog. Parabéns por pensar assim e por ter conseguido transmitir isso em palavras. Eu te apoio nisso, e hoje me sinto bem assim também. Eu ainda vou continuar tentando o mestrado que sempre quis, mas agora o meu sonho não é mais me tornar uma grande professora universitária, com carrão e salto 15 (pq nos meus sonhos sempre tinha o salto 15 tb tá). O meu sonho agora, é quando eu tiver 40 anos e olhar para trás, sentir orgulho de tudo o que fiz por minha família. Meu sonho é manter essa família unida pra sempre, ter um bom casamento e educar bem meus filhos, pra que eles sejam homens de valor. Parece pouca coisa pra alguns, mas é esse o meu sonho. Essa é a minha vida, e eu sou feliz assim. Aliás, meu post de ontem combina em partes com o seu. Fiquei muito feliz de ler isso aqui. Tudo de bom pra vc, continue lutando por isso. Bjus.

Juliana Zambon disse...

Oi Dina,
Felizes somos nós que vivemos esta vida simples, com qualidade, com nossos pequenos, cuidando da coisa mais sagrada e preciosa que temos: nossa família.
Sou formada, trabalhei até o Felipe nascer. Mas quando ele apareceu em nossas vidas percebi que uma nova fase da minha vida precisava florir. Estou dando chance a isso!!
E viva as esposas e mães 100%!
Bjocas

Flórence disse...

Vc é uma mulher de Sucesso sim, vc tem uma linda familia isso conta com um grande sucesso afinal cuidar/administra de filho, de vc, de marido, de casa, e ainda trabalhar fora requer muita capacidade/empenho se é que pode dizer assim.

Vc pode não estar onde vc pensou que estaria mas, tenho certeza que faria tudo igual ne?

beijos.

Casa da Faby disse...

Oi Dina!
Como vc está??
Faz tempo que não nos falamos neh!?
Eu acho que o importante na vida é ser feliz, independente de ser uma grande executiva ou uma dona de casa!
O importante é que vc está cercada de amor e uma família linda!!!
BjOOO

Adriana H. Tavares disse...

Querida, adorei cada post de seu blog, tem tudo a ver com o meu cantinho. Dá uma passada lá e vê o que você acha. E aproveita pra participar do sorteio: chabebevirtual.blogspot.com

Pâm disse...

Amigaaaa, post mais do que demais!!! ameiii, me identifiquei... choreiiiiiii... faço minhas as suas palavras... li duas vezes até... huahuahauha...

Beijos lindona!!

Andrea disse...

Oi! Tô sumida, mas tô voltando!!! (ou pelo menos tentando).
Vim avisar que estou com outro blog só para perguntas e respostas sobre maternidade. Dá um pulinho lá pra conhecer. Vou adorar!!!
maternidadeperguntaserespostas.blogspot.com
bjs.
andrea, mamãe da manu
manias de ser mãe.blogspot

disse...

Comigo tbm foi assim, hj me imaginava tocando numa grande orquestra, ganhando 5 mil por ensaio, e fazendo uma turnê na europa, porém hj td é diferente, e não me arrependo disso, a carreira vai ficar pra daqui uns anos, agora é hra de aproveitar essa coisa gostosa q fez 1 ano ontem da Malú ^^ bju

❥ elisa disse...

Bem, to passeando pelo twitter e vejo alguém respondendo pra vc e de repente vim parar aqui, com aquele post que faz todo sentido na minha vida no momento. Vc é feliz e eu também me sinto feliz mesmo renunciando algumas coisas por conta dos nossos filhos. Às vezes são coisas que fazem falta, mas temos uma compensação ENORME acompanhando cada fase dos nossos filhos de pertinho! Beijos e vou te linkar, adorei isso aqui! ;)