2 de dezembro de 2010

Eu sou mãe,eu erro, mas concerto!




Quando eu engravidei não imaginei o que era ser mãe.
Eu não tinha juízo, confesso.

Aos pouco eu li, sobre educação, sobre criação, e vi que na teoria tudo era fácil.
Mas não é.

Como pode, uma pessoinha ser gerada dentro de nós, dependente da nossa comida, do no afeto, da nossa saúde, e assim que nasce depender mais ainda de nós.
Criar um filho é dificil, nem sempre. Mas se a gente relaxa, os princípios vão pro brejo e tudo desencaminha.

Eu mudei pelo Felipe.
Eu aprendi a me cuidar, a ponderar, a ser mais paciente, mais tranquila.

O pai tem uma participação importante na vida do filho, mas a mãe tem muito mais.
Aqui em casa pelo menos, já que eu estou com ele o dia todo.

Mesmo conhecendo ele, sabendo o que ele quer, sabendo como agir eu também erro.

Ontem chegou nosso momento de colocar o que li em prática, pela primeira vez, precisei mudar as coisas por aqui.

Há 15 dias Felipe estava indo dormir tarde, mamava, despertava, saia correndo e enfim, adormecia andando de carro.
Acordava de madrugada, pois não relaxava pra dormir, o sono estava conturbado.
Mas eu decidi mudar isso.
Busquei ajuda, busquei dicas.

Até que:
Ontem subi com ele, apaguei as luzes, desliguei a tv, deitei na cama, li, mostrei figuras, conversei, fiz cócegas, cantei, ele continuava ativo, não queria deitar. Se rendia por momentos, bocejava, fechava os olhos, em seguida os abria e queria descer da cama pra brincar.
Eu coloquei uma música calma, o peguei no colo, e dancei com ele... Ele encostou a cabeça no meu ombro, e ali ficamos, juntos, abraçados... minutos depois ouço o ronco, ele havia adormecido. Fiquei mais 10 minutos ali, naquele movimento, sentindo o prazer de faze-lo dormir, o prazer de nina-lo como eu fazia quando ele era um recém nascido.

Quando o coloquei no berço, me senti vitoriosa, me senti um prazer de missão cumprida, de eu consegui.
Não sei se hoje será igual, mas eu vou insistir, por 1, 2 ou 3 horas.
Pela educação do meu filho, pelo conforto dele.

Eu pensei que fosse ser difícil, mas ontem não foi, por que o prazer gerado dessa noite bem dormida por ele compensou cada minuto ali naquele quarto.

Eu errei em me acomodar com as saídas de carro pra ele dormir.
Eu errei em deixa-lo vendo TV até adormecer.
Eu errei em não limitar o horário pra ele dormir.
Mas ontem eu me redimi, e assim será daqui pra frente será assim.
Indução ao sono, com carinho, com palavras, com paciência, sem briga, tv, sem o jeito mais fácil.

15 comentários:

Gabyzinha disse...

Dina, Gabriel tem apenas 5 meses e todos os dias (sem excessão)ele dorme às 21:15! Quero que isso se torne um hábito constante..espero que com o crescimento esse hábito não mude!
Bjos e boa sorte!
Rotina é tudo de bom na vida das crianças e dos pais!

Bianca Cainelli Facciolli disse...

Adorei, um exemplo pra mim...

Paula Dini disse...

Assim não vale!!!! hehehe
Depois da nossa conversa hoje eu ia postar sobre rotina de sono e vc o fez na minha frente!! Não vale viu. Eu trabalho e só ia fazer isso à noite. :(
Brincadeira amiga. Você ta certa, continue assim e não desista. Não deixe que ele saia da cama, fique o quanto for necessário, o Lucas já chegou no ponto em que às vezes dorme sem precisar de um embalo, ele mesmo pede berço, se deita, se ajeita e pronto.
Não desista!!!!
Ou então manda ele por sedex que eu ensino... hehehe
Beijosssss

Fabiana disse...

A gente sabe o que é o certo e que é o errado. Mas as vezes, não só por comodismo, mas por cansaço mesmo, acabamos fazemos o mais fácil.

Mas hora ou outra, as consequências aparecem.

Vc fez certíssimo em tomar as rédeas da história.
Agora, a família toda agradece =)

Bjokas.

Lindinha* disse...

Nós como mães vamos errar muito, difícil não é reconhecer o erro mas sim ter coragem para cosnertá-lo...
Parabéns por conseguir,
bjs

Gravida e Gata (by Dani Donda) disse...

Dina!!!
A Ju do Blog http://conversacorderosa.blogspot.com/

esta promovendo um amigo oculto onde o presente, é fazer um post homenageando quem vc pegou.
è show!!!
ano passado fizemos e foi demais!
vc nao gasta e ainda se emociona!

Topa participar???

Micheli disse...

Errar é humano, mas sempre é possível consertar...
Rotina é fundamental para criança. A minha dormia cedo desde sempre, agora cada dia começa a querer esticar e ir para a cama mais tarde. Mas nós pais temos a obrigação de limitar isso, não é mesmo? Para o bem deles.
Beijos.

Kety disse...

sempre me emociono com seus posts... lindo! parabenss

Vanessa Dias disse...

Parabéns pela vitória DIna. Realmente devemos mudar quando vemosq ue a rotina que estamos impondo não está sendo o ideal. Aqui em casa eu não tenho uma boa rotina com o Pedro, mas tb quero mudar isso. Devido aos prlobemas de saude que estou tendo ainda n deu, mas assim que puder vou coloca-lo para o quarto dele.

Bjsssssssssssssss

disse...

... você é mãe mesmo... tenho orgulho de vc amigaaaaa. Cada dia que passo por aqui aprendo mais um pouquinho com vc e com o principe.
Mil beijos!!!

Sra. Mari disse...

que lindo ... é assim mesmo. A final a gente nao nasce sabendo como ser mae ne ?

Julie disse...

Não sei como é, mas imagino que ser mãe é assim mesmo. E qdo eu crescer quero ser uma mãe igual a vc! Te admiro muito amiga!

Um beijo

Débora disse...

Dina,
Então, como foi a segunda noite ?
Nós somos super mães, mas também temos as nossas falhas.O mais importante é fazer como vc... reconhecer e tentar acertar. Boa sorte com as noites do seu pimpolho. Olha, estou fazendo uma brincadeira de Natal lá no blog... aparece e participa ! bjinhos

Juliana disse...

Ser mãe é isso aí, amiga... Mas quando uma mãe erra, ela erra tentando ajudar. bjs

Casadinha Ursinha disse...

Parabéns amigax, só em ter refletido e percebido o melhor e ter mudado é vitoria, tudo tem sua primeira vez né, a gente sempre erra, mas quando consertamos tudo fica bem, Filipe está lindo e vc é uma ótima mãe, espero ser assim tbm quando ter o meu1

bjxx e um fds abencoado por Deus...