31 de agosto de 2011

E você? Vive de aparências?


Lembra quando você era criança e queria 32 bonecas de natal?
Sua mãe dizia: "Filha, escolhe uma, dependendo duas, mas mais que isso não dá!"
Então você questionava e mais uma vez escutava: "Não dá, não dá!"

Quando somos crianças queremos tudo e é difícil entender o por que não dá. Mas quando crescemos é mais simples de compreender.

Conversando com uma "amiga" sobre a festa do Felipe, eu disse que provavelmente eu não faria festa em casa, somente na escolinha. Afinal, como eu já disse aqui, estou com "preguiça", e acabamos de trocar de carro, então surgiram despesas inesperadas. E adivinhem o que ela me disse?! "Meu Deus, como vc é fútil! Vai deixar de comemorar o aniversário do seu filho por causa do carro?!? Pô, troca de carro depois se não tem dinheiro!" Oi? Sério, eu não entendi! Na hora eu pensei em responder, respirei e sorri, ponto.

Essa "amiga" tem um filho de X anos, e todos os anos rola festão em Buffet.
No primeiro ano do menino, o pai dela havia dado entrada na UTI um dia antes, e mesmo assim rolou A FESTA! (O pai dela faleceu no dia seguinte) Eu fui, prestigiei e não critiquei, cada um faz o que lhe convém. Não é?
Mas tem gente que prefere manter a "aparência" do que ter conforto. Afinal, deixar de fazer festa pra trocar de carro é coisa de pobre, gente rica compra carro, casa e faz festão. Será isso mesmo?
É bem como dizem, muitas pessoas enriquecem ao longo da vida - ou casam com um cara bem sucedido - e então acreditam que pra ficar com a imagem de pessoa feliz, fina, com a vida cheia de glamour precisa ostentar. Por que vamos combinar né colega, não tem dinheiro pra mobiliar a casa, mas faz festa em buffet completo.
Cada um faz o que quer com o seu dinheiro, então me chame de pobre, mas não de futil. Por que prefiro o conforto da minha família do que o glamour de uma tarde de festa.

O Ivan veio de uma família com uma vida bem confortável, a minha era mais humilde, comida não faltava, mas meus irmãos e eu nunca fomos a escolas particulares, ou tivemos oportunidade de fazer mil cursos, enfim, quando decidimos casar o Ivan perdeu sua "mesada". Lógico que por muito tempo dependemos da ajuda dos meus sogros, pra uma coisa, ou outra, mas graças a Deus um dia alcançamos a nossa liberdade financeira. E com, tudo isso aprendemos a dar valor ao nosso dinheiro.

Outro dia "ouvi" uma menina falar que só pobres compram em sites de compras coletivas, puts! Eu amo uma oferta do peixe urbano, compro mesmo. Por que sou classe média sim e não tenho árvore de dinheiro em casa. Aproveitar ofertas e descontos - quando não é por compulsão rs - é valorizar seu próprio dinheiro.
Saio pra jantar com meu VR ou meu cupom de descontos sem a mínima vergonha, e posso falar? Eu pago as minhas contas! Ta que tem mês que a gente sorteia algumas pra deixar pro dia do vale, mas no dia 31 elas estão todas pagas rs né?

Não é querer aparecer, mas graças a Deus, hoje eu com 25 anos e o Ivan com 27 nós já temos muito, alias muito mais do que essas duas que citei acima tem com seus 30 e poucos anos. Não quero menosprezar ninguém, e nem julgar, mas não entendo a cabeça de certas pessoas.
Eu juro que se um dia o Roberto Justos vier até mim e me falar como devo administrar minhas finanças eu vou ouvir, se ele criticar todas as minhas prioridades eu vou reve-las. Agora, uma pessoa que gasta horrores com viagens/roupas/baladas todo mês e nem nem o nome limpo tem, vir me falar sobre o que eu faço com o meu dinheiro? É duro né.

Criticas são sempre bem vindas, mas como dar ouvidos a quem não segue os próprios conselhos?
Faça o que eu digo, não faça o que eu faço!
É... tem gente que passa ser uma coisa, mas é outra. Eu só não entendo a vergonha que essas pessoas tem em admitir pra sociedade que infelizmente um certo mês a grana ficou curta!

17 comentários:

Kira disse...

Eu tenho uma amiga desse tipo viu? Que fala que eu não saio porque " não quero", mas ela mesmo trabalha 10hrs por dia em um shopping, para poder pagar as baladas. Desculpa ae, mas eu quero mais pra mim. Não quero trabalhar para bancar minhas roupas ou saidas!

Eu to na mesma com a festa da Bia - logo logo tem post sobre - acredito que, em breve nossos pequenos vão " querer" uma festa pra valer, vão ter sua preferencias, e dai senta porque llá vem o gasto! Então o negócio é aproveitar agora, que ninguém exige nada e fazer o que podemos!


Beijos, te amo amiga!

Ana Carolina Amado disse...

Cada um sabe das suas prioridades não é mesmo?
Eu sei que a minha prioridade é meu bem estar, o bem estar da minha família e isso tudo aliado a um "nome limpo".
Se não tenho como pagar por um luxo no momento, deixo para depois ou não tenho o tal luxo. É um questão de prioridade.
Quanto a festa de criança é um problema mesmo. Se faz é pq fez, se não faz é pq não faz?
No ano passado, 1° ano do JP, fizemos em um mega buffet e trocamos o carro no mesmo mês. Porém foi tudo totalmente planejado e sem deixar dívidas para depois da festa dele.
Este ano, trocamos de casa no começo do ano e a festa em mega buffet, pequeno buffet ou buffet de qualquer espécie está suspenso! Será aqui no salão do condomínio que é bem confortável. E sabe? Vou ter até mais convidados que o do ano passado.
Olha a gente tem que saber de nossas prioridades e não se importar muito com os outros, principalmente quando estes outros não sabem como é bom ter prioridade e nome limpo na praça.
Beijos
Ana Carolina
@anacarolinaqui

Than disse...

obbba...rs...adoro seus posts assim, NA LATA! rs

Dina, to numa situação bemn parecida com a sua. Anna faz 1 ano em dezembro,. Ate entao iriamos fazer uma festinha com buffet de crepes no salao do predio da minha mae. Mas ontem, numa conversa FRANCA com airton, decidimos por excluir os crepes e fazer algo mais simples e mais familia!]
Temos outras prioridades, e eu sem trabalhar,. temos q esolher "entre as 35 bonecas". E eu escolhi outras coisas.
Festa de 1 ano é pra pai e mae e nao pro bebe em si.
Eu AMARIA fechar um buffet infantil e comemorar o primeiro ano da Anna, mas ñ vai rolar.
Se a prioridade de vcs é o carro, eu nao vejo motivo pra criticas desnecessarias! SERIO.
Talvez essa pessoa esteja frustrada pq acha q vai perder um festão..como assim né?

Sobre peixe urbano e afins, eu adoro...kkk...abafa!

Adorei o lay novo! ARRASOU.
Onde comprou? Ou achou? Ou quem fez?
Fiquei com invejinha branca dele...rs

Bjooos

Minha Vida , Minha Gravidez disse...

adoreii , falou tudoo! o que adianta fazer uma mega festa e ficar a semana toda comendo resto de salgadinhos dela pq gastou o que não tinha , Tá certissima , o carro lhe acompanhara por muito tempo , dando conforto , segurança para a familia enquanto a festa será por no máx 5hrs depois acabou . e mesmo dando mega festa sempre tem fdp pra sair falando mal.

Rafaella disse...

Vc tem paciencia einh rs, eu teria falado um monte...
Onde é que vou preferir uma festa do que trocar de carro...
A festa é so um dia o carro não...
E dificil saber o que se passa na cabeça dessas pessoas descontroladas... e deixar de lado...

Rafaella disse...

Vc tem paciencia einh rs, eu teria falado um monte...
Onde é que vou preferir uma festa do que trocar de carro...
A festa é so um dia o carro não...
E dificil saber o que se passa na cabeça dessas pessoas descontroladas... e deixar de lado...

Gabriela Teixeira disse...

Ai Dina, eu ando tão irritada com gente mesquinha que vc nem imagina!
Convivo com certas pessoas que compra roupas de marca, sapatos caríssimos e não saem de casa pq nunca tem dinheiro para comer uma pizza...afff me poupe neh?!
Compro em liquidação mesmo, não compro em grifes e muito menos compro marca! Mas graças a Deus sempre me sobra dim dim pra me divertir com marido nos fins de semana! Pago o aluguel e não devo nada pra ninguém...
Muita gente me criticou quando fiz festão de 1 ano p/ meu filho...mas todos que criticaram foram lá e encheram a cara de cerveja e salgadinho..afff!
Ser humano é difícil neh?!
Bjos

disse...

Amiga Dina,
Conheço váááárias peças assim, que moram de favor na casa dos pais, parcelam a festa em 10 meses, mas fazem aquele festão todo ano para embebedar a galera...afff!!!
Eu prefiro usar minhas roupinhas humildes e poder comprar meu carrinho zero de 4 em 4 anos. Prefiro deixar de frequentar baladas e restaurantes carissimos para ter Tv a cabo com filmes a minha disposição e tal... é opção de cada um...
Prefiro viver algo mais real, mas muito mais duradouro do que uma noite de princesa e o resto do ano de gata borralheira...
Adorei o post!
Beijos!!!

Marcelly disse...

É Dina, têm gente q é foda mesmo !
Come pão e arrota caviar, ehehe !!!
Eu acho q fútil é vc gastar um dinheirão numa festa q vai durar 3 horas só prá mostrar q têm...
Eu tenho dó do meu dinheirinho, pq só eu sei como é ralar o mês inteirinho, então uso e abuso dos sites de compra coletiva também...

Bjka, vc tá certíssima !!!

Clau disse...

Dina vc está certissima...

Eu sempre achei um absurdo valores que gastam em festinhas... uma conhecida gastou 12 mil, meu Deus 12 mil p/ duas no máximo três horas???? Não não não aqui em casa não rola disso...

Beijão

Agente especial "mamãe" disse...

Eu penso como vc amiga, é fácil trocar de carro e fazer festão de 6 mil recebendo ajuda dos pais, até eu faria,mas sozinho? o buraco é mais embaixo.Aqui eu prefiro fazer algo simples a gastar rios de dinheiro que poderia usar em outra coisa, e assim foi o 1° aninho do Bryan e o 2° tá indo pro mesmo caminho viu,estamos cortando ao máximo os gastos...
Eu economizo sim,faço compras coletivas, mas cada um sabe de si né, dinheiro não se planta em árvore, eu preferia ter um carro novo do que gastar em festa...mas como não tenho carro gasto na festa...rsrs
E o melhor vcs já conquistaram que é a independência financeira, nada como viver bem e sem aparências!!
Bjos

Nat disse...

Eita que esse povo sempre mete o nariz onde não é chamado ne?
Di...temos mesmo que dá prioridade na nossa vida...
No meu caso, eu quero muito a festa de casamento, já ouvi muita, mais muita gente me criticar por causa disso..
Mais poxa eu quero!

E sendo assim essas q me criticam não irão no meu casamento...kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Amiga e eu comprei minha fotos estudio eu comprei no peixe urbano!!! rsrsrsrs

Amo...

bjoks...

Aninha disse...

Olá...encontrei seu blog num post da Pâm e não poderia deixar de comentar num post assim!!!
Gente, como assim? Pra mim isso é pensar baixo e viver de aparências sim.
Precisamos priorizar e ter os pés no chão, sempre!!!
Que pensamentinho dessa sua amiga hein!!

Ah adorei seu blog e seu bebê é um lindo!!!

Aparece no meu! Um beijo

Jessica Penalva disse...

Muitoo bom!!
Me identifiquei demais com a sua visão.

Anônimo disse...

Seu texto foi maravilhoso, disse tudo! Tenho uma "amiga" assim, casou com um homem 25 anos mais velho pelo dinheiro dele, e grita aos quatro cantos do mundo que é "rica". Cansei sabe, passou a fase de ficar de saco cheio de ouvir ela se gabando que tinha de tudo, agora só sinto pena dela, porque uma pessoa assim, que tem 23 anos e casa com um homem de quase 50 anos por interesse é muito infeliz. Graças a Deus sou pobre, mas sou digna, cada moeda que ganho é do meu trabalho, do meu suor e agradeço a Deus todos os dias pela minha vida.

adorei seu blog
bjs Ana - sp

Camila Gomes disse...

Dina, obrigada tive o prazer de ler tudo o que você escreveu. DISSE TUDO!
Eu penso da mesma forma, quero as mesmas coisas que você. Eu e meu noivo ainda dependemos do dinheiro de nossos pais para dar grande parte das coisas para o nosso filho. Com certeza abriria mão de uma tarde de festa, pelo conforto da minha familia. Você está certissima. Só acho que não teria a mesma paciência que você, para responder sua "amiga".
Você é uma mulher maravilhosa, que não pensa em ser FÚTIL, você pensa na sua familia, no conforto e felicidade da sua familia.
Te admiro ainda mais agora.
Beijos Ca

Sra. Mari disse...

Di ... mais um post perfeito ! Esse negócio de viver de aparencia não é comigo mesmo. Uso as mesmas roupas de 2 anos atras, tinha carro, mas por causa das despesas vendi, moro de alguel. E ainda tive q escutar de uma pessoa da família q eu vendendo o carro estava andando pra trás ao invés de progredir, q eu não podia fazer isso. Oi ? Eu e marido temos o luxo ainda de ter a moto dele, pq muitos andam é de buzão mesmo e eu não vejo problema nisso. Viver de aparência pra que ?
Essa pessoa q tem carro do ano, casa própria, maaaaaaas tem 1393889238920 de prestações pra pagar e quando a gente comenta q vai em um show por exemplo me solta: nossa tá caro esse preço.

Vai entender né ?